🎭 O aviso na porta de Rosie: um retrato encantador da brincadeira de faz de conta

A brincadeira de faz de conta, o contato com livros diversos e o ouvir história ocupam muito o tempo do meu filho Jefferson. E certamente de muitas outras crianças! Dessa percepção surgiu a necessidade de buscar um livro que contribuísse com estes momentos. Assim, encontrei uma das obras artísticas que hoje é uma das preferidas do Jefferson e minha também.

Jefferson e o seu livro da Rosie.

O título do livro é O aviso na porta de Rosie (The Sign on Rosie’s Door, 1960) do autor e ilustrador norte-americano Maurice Sendak (1928-2012). Esta obra foi traduzida para o português por Heloisa Jahn e Antonio de Macedo Soares e publicada em capa dura, com 48 páginas, em 2014, pela extinta Cosac Naif.

Neste livro está presente a atitude de dar voz as crianças, de escutá-las e de adentrar em seu universo. No blog We read it like this (Nós lemos assim), Ellen Duthie informa que Sendak, para realizar a sua criação, observou pela janela de sua casa crianças que brincavam no bairro Brooklyn, em Nova Iorque. Ele as desenhou, bem como anotou algumas de suas falas. Em outras palavras, uma Rosie que brincava com seus amigos realmente existiu e foi imortalizada neste livro!

Havia um aviso na porta da casa de Rosie.
Dizia: “Se quiser saber um segredo, bata três vezes”.

Kathy bateu três vezes e Rosie abriu a porta.
“Olá, Kathy.”

“Olá, Rosie. Qual é o segredo?”

“Não sou mais a Rosie”, disse Rosie. “Esse é o segredo.”
“Então quem você é?”, perguntou Kathy.

“Sou Alinda, a cantora encantadora.”
“Ah”, disse Kathy. (SENDAK, 2014, p. 6)

Em O aviso na porta de Rosie vemos crianças perambulando entre a realidade e a imaginação bem como ações próprias do brincar de faz de conta. Elas transformam o quintal em palco, o porão em camarim, as roupas e sapatos de um adulto em figurinos, ressignificam uma toalha e um cobertor vermelho e fingem ser um outro: “a cantora encantadora”. Que criança nunca fez estas ações?

As crianças apresentadas por Sendak experenciam papeis sociais diversos, uma é dançarina, algumas são espectadoras de um espetáculo, o Lenny ora é bombeiro ora caubói. Lenny diz: “tenho que ir apagar um incêndio. Vocês querem ir junto?” (SENDAK, 2014, p. 14). O que lembra que a brincadeira de faz de conta possibilita a criança se apropriar de outras formas de comportamento que não é a sua habitual, como as condutas de um bombeiro.

Em outro momento, a Rosie impossibilitada de ganhar uma bombinha no dia da pátria se transforma juntamente com seus amigos em pequenas bombinhas. Ou seja, a criança se envolve num mundo imaginário, a brincadeira de faz de conta (ou “brinquedo” na leitura do pensador russo Lev S. Vigotski), no qual “os desejos não realizáveis podem ser realizados” (VIGOTSKI, 2007, p. 109).

Uma amostra da leitura particular feita pelo Jefferson.

O Jefferson gosta de fazer sua própria leitura das imagens. A ilustração de Sendak é belíssima! É um deleite! Também adora ouvir a história. Para realizar tal ação, sigo a dica de Ellen Duthie. Ela ressalta que o livro tem uma boa quantidade de texto (são quatro capítulos!), por isso, uma boa estratégia para os pais e/ou professores é a leitura mais teatral. Então vamos explorar as entonações, aproveitar os sussurros, o falar baixinho, os berros que aparecem no texto, os “bum”, “crac-fizz-bum” (SENDAK, 2014, p. 40) das crianças bombinhas irão ajudar bastante, são sensacionais!

O aviso na porta de Rosie pode contribuir para o desenvolvimento da imaginação, da criação, da percepção do outro e de si mesmo. É uma porta para a brincadeira de faz de conta. Mas, para tanto, é preciso correr para adquirir o seu exemplar, porque mesmo a Cosac Naif tendo fechado as suas portas em 2015, ainda é possível encontrar os últimos exemplares de O aviso na porta de Rosie na Amazon.

Referências

DUTHIE, E. The sign on Rosie’s door: “I’m the biggest red firecracker in the whole world and here I go! BOOMM-BOOMM-aWHISHHHH! Disponível em: http://wereaditlikethis.blogspot.com/2014/05/the-sign-on-rosies-door-im-biggest-red.html

VIGOTSKI, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

2 comentários em “🎭 O aviso na porta de Rosie: um retrato encantador da brincadeira de faz de conta

    1. Obrigada, Maíra!!
      Realmente é muito importante enriquecer de várias formas a imaginação e a criação das crianças. O livro indicado é apenas uma das possibilidades! Espero que continue gostando e acompanhando as postagens do Infanci.Art!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s